20 dezembro 2007

Seremos uma França?

Infelizmente não me refiro a questões econômicas, muito menos culturais e nem políticas. Nesses pontos dificilmente chegaremos perto de ser uma França. Falo mesmo de futebol, mais precisamente de Campeonato Brasileiro.

Na França, o Lyon, dos brasileiros Juninho Pernambucano e Fred, ganha o Campeonato Nacional desde a temporada 2002/2003. São cinco títulos consecutivos, além de que na atual temporada o clube está na liderança, com quatro pontos à frente do segundo colocado, Nancy.

Aqui no Brasil o São Paulo dá ares que assumirá seriamente a principal candidatura ao título do Brasileirão por vários anos. Todo atleta quer jogar no time paulista e o clube cada vez fica mais forte. A chance da concorrência, que existe e é pequena, parece estar ficando cada vez menor.

Será que viraremos uma França, onde um clube assume a hegemonia do futebol nacional até quando “cansar”?

2 comentários:

o Paulo disse...

Por torcer para o São Paulo realmente torço para que meu time continue sendo campeão, apesar disso não enriquecer o futebol nacional, mas não acredito que o São Paulo "imite" o Lyon. O clube paulista tem um velho costume de vender os jogadores que dão certo e aí remontar sua equipe com atletas de base ou outros não tão conhecidos, e até entrosar a nova equipe, já se vai um torneio. Mas fica a minha torcida.

Lu Castro disse...

Eu acho que o modo como o SPFc vem sendo gerido, deveria servir de exemplo.
Cartolas continuam com a mesma mentalidade do século passado e isso tende a transformar os mais regulares e organizados em papa-títulos.
Ou os demais começam a se coçar, ou vão afundar.
Abraço Tru!